Diz-se que Heráclito assim teria respondido aos estrangeiros vindos na intenção de observá-lo. Ao chegarem, viram-no aquecendo-se junto ao fogo. Ali permaneceram, de pé, (impressionados sobretudo porque) ele os encorajou a entrar, pronunciando as seguintes palavras: 'Mesmo aqui, os deuses também estão presentes'. (Aristóteles. De part. anim. , A5 645a 17ff).

terça-feira, novembro 23, 2010

Qual é a missão da religião?!

 

Há uma discussão teológica propondo a mudança do conceito religioso de missão: ao invés de converter o mundo e implantar a minha Igreja, ajudar na disponibilização das mensagens de todas as tradições espirituais, para quem delas necessite em seu processo de educação (e transcendência) humana e humanizante, favorecendo assim a compreensão e a paz entre os povos.

 

 

Você sabia disso? Não?! Então precisa conhecer o Mestrado em Ciências da Religião da UNICAP: a sua linha de pesquisa Tradição Judaico-cristã, Cultura e Sociedade, colabora para a hermenêutica dos símbolos religiosos, em diálogo com a história comparada e a crítica psicossocial ao fenômeno religioso. O edital para seleção de nova turma está aqui!

 

Veja aqui um livro provocativo sobre o "arco-íris das religiões" e veja aqui (em francês, formato WindosMedia) um documentário da KtoTV sobre o tema

3 comentários:

jefhcardoso disse...

Caro Augusto; a religião é algo difícil de comentar, penso que aqui cabe o respeito a todas. Para quem é cristão e tem a bíblia como única fonte de regra fé e prática; tem o exemplo de Paulo que discursou no Areópago, em Atenas, de uma forma que não agredisse os 'fiéis' dos deuses gregos.

“Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jefhcardoso)

Gostaria de lhe convidar para que comentasse o meu “A Cruel Vingança De Seu Ignácio”. Ok?
http://jefhcardoso.blogspot.com de blog em blog.

Augusto Araujo disse...

Jehf:

Muito obrigado por seu comentário!

Fique sempre à vontade nas Mansões...

Um grande abraço! A.

P.S.: Em tempo: lerei com prazer seu blog.

Lupo Hell Rider disse...

Olá a todos.

Religião: do latim "religio" significa "prestar culto a uma divindade", "religar", às vezes é usada como sinônimo de "fé" ou "crença". Todo o restante é criação humana que deturpou-o segundo seus interesses, cuja definição atual seria mais para movimentos de manobra de massas (reconheço que a definição é dura).
E onde fica a divindade nisso tudo?
Divindade quem? Ah, aquela que somente lembramos que existe quando aperta o nosso calo? Então vamos a seguinte pergunta:

- Todas as doutrinas (religiões) tendo a pretenção de ser a única expressão da verdade, por quais sinais se pode reconhecer aquela que tem o direito de se colocar como tal?

Resposta: - Será aquela que faz mais homens de bem e menos hipócritas, quer dizer, praticante da lei do amor e da caridade na sua maior pureza e na sua mais larga aplicação. Por esse sinal
reconhecereis que uma doutrina (religião) é boa, porque toda doutrina (religião) que tiver
por conseqüência semear a desunião e estabelecer uma demarcação entre os filhos de Deus, não pode ser senão falsa e perniciosa (Livro dos Espíritos - p. 842)

Por isso como lembrou nosso amigo Jefh - "a religião é algo difícil de comentar".
Principalmente nos dias atuais.

Viva "2012"!