Diz-se que Heráclito assim teria respondido aos estrangeiros vindos na intenção de observá-lo. Ao chegarem, viram-no aquecendo-se junto ao fogo. Ali permaneceram, de pé, (impressionados sobretudo porque) ele os encorajou a entrar, pronunciando as seguintes palavras: 'Mesmo aqui, os deuses também estão presentes'. (Aristóteles. De part. anim. , A5 645a 17ff).

sábado, janeiro 08, 2011

É, eu andei calado nos últimos tempos…

 

rodins-le-penseur

 

Mas, às vezes, é preciso calar e pensar para que as coisas façam sentido. No final do ano passado eu fiquei muito cansado. A preparação para o exame de qualificação das partes já escritas da tese me deixou meio estressado e sem boas ideias para publicar.

Enfim, o exame passou, correu tudo bem, mas eu fiquei de ressaca. Depois vieram o aniversário e as festas de final de ano (que a cada vez curto menos). E, confesso, ainda não estou a plena potência. Contudo é preciso dar o ‘start’ para que as coisas voltem ao normal e a vida siga seu rumo novamente.

Esse início de 2011 será dedicado a rever o trabalho produzido – seguindo as dicas dadas pela banca do exame – e seguir adiante. Tenho apenas mais dois anos para terminar essa tese, e o tempo corre ligeiro. E há questões que precisam ser respondidas e algumas que, sequer, foram ainda levantadas.

Bem, espero poder contar com vocês neste ano novo!

Um grande abraço.

A.

4 comentários:

Vital Cruvinel disse...

Conte conosco, Augusto!

Faça sua revisão com calma e não se preocupe tanto com o tempo. Seu trabalho é de muito valor.

Abraço!

Augusto Araujo disse...

Oi Vital:

Obrigado por suas palavras! Sei que posso contar com você mesmo, meu amigo.

Grande abraço! A.

Andre disse...

Olá Augusto, estou "vadiando" pelo seu blog e estou adoranto seus escritos sobre Kardec e o espiritismo, parabêns, sou espirita e fico feliz de saber que tem gente fazendo pesquisas dessa gradiosidade no mundo acadêmico, não só pelo fato da tese ser focada no ambito da religião que sigo, mas também como o trajeto da pesquisa vai se fazendo de forma critica.
Parabêns.

KAIO disse...

Olá Augusto, Salve!

Pois é amigo, quando o cansaço chega e o corpo comunica um alerta vermelho é bom obedecer, em nome da saúde biopsicoespiritual. Seu trabalho corre no fluxo das ideias que dão certo. Seu trabalho está crescendo, deixando de ser uma criança,acomodando-se na adolescência, para enfim, alcançar a fase madura. Lembre-se do mestre Kardec... "Nascer, crescer, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei".

Forte abraço.
Kaio
Presidente da ASSEPE